Revolusolar

Relatório de Atividades 2020

2º Trimestre de 2020

Período de avaliação: 01 de abril de 2020 a 30 de junho de 2020

Relatório de Atividades 2020

2º Trimestre de 2020

Período de avaliação: 01 de abril de 2020 a 30 de junho de 2020

1. Resumo
2. Comunicação
3. Captação de recursos
4. Engajamento Comunitário
5. Educação infantil
6. Educação profissional
7. Engenharia

8.  Administração financeira
9.  Pessoas
10.  Cooperativa
11.  Jurídico
12.  Articulação em redes e Advocacy
13. Mensuração de Impacto
14. Próximos passos

1. RESUMO

Como consequência da situação de emergência causada pela Covid-19, no segundo trimestre de 2020 a Revolusolar focou na situação social, econômica e de saúde das comunidades da Babilônia e Chapéu Mangueira. Com a suspensão de atividades presenciais não-essenciais, direcionamos as ações para auxílio emergencial às comunidades (segurança alimentar e sanitária), coordenando a Campanha Babilônia e Chapéu Mangueira Contra o Coronavírus. Também foram realizadas atividades remotas nas diversas equipes internas, a serem detalhadas nos tópicos a seguir.

Em tempos de isolamento social, a Revolusolar aproveitou para estruturar a organização, criar novas equipes de trabalho, definir os processos e começou a desenhar os próximos passos do projeto da primeira cooperativa de energia numa favela no Brasil.

Para atender o crescimento da organização neste período, existem 11 grupos de trabalho interno, cujas atividades estão detalhadas a seguir. São eles: Marketing e Comunicação, Comercial, Educação Infantil, Educação Profissional, Advocacy, Finanças, Jurídico, Engenharia, Mensuração de Impacto (renomeado para Inteligência), Pessoas.

2. COMUNICAÇÃO

Em abril, estabeleceu-se pela primeira vez um calendário editorial (definição de linhas de conteúdo e planejamento de postagens), com suporte da agência de marketing digital GOT.

Em maio, a equipe foi reestruturada, com a chegada de 4 novos voluntários (Thadeu Nogueira, Tainara Marcolino, Kevin Kretzu e Tamie Kawaoka).

Em junho, foram implementadas rotinas de postagens nas redes sociais e o relatório de atividades da Campanha Babilônia e Chapéu Mangueira contra o Coronavírus foi produzido, assim como, uma placa informativa a ser instalada no morro.

Neste período, a Revolusolar aumentou sua exposição na mídia. Foram diversas participações, como:

a) Matéria para o Dia Mundial da Energia na Agência RadioWeb, transmitida para rádios em mais de 200 municípios;

b) Presença no webinar “Inovação na geração de energia – transição energética: desafios e perspectivas” (com professores da UFRJ e gerentes da empresa de energia Raízen);

c) Live interativa “Energia Solar na favela é Possível?” (com lideranças comunitárias, empreendedores e público geral no âmbito da Rede Favela Sustentável);

d)  Presença no webinar “Solar, uma ferramenta de transformação social no país” (com executivos de organizações parceiras: LONGi, Goodwe, Canal Solar e Absolar);

e) O Canal Solar publicou uma matéria sobre o projeto da cooperativa (“Brasil terá primeira cooperativa de energia solar em favela do RJ“)

3. CAPTAÇÃO DE RECURSOS

Entre abril e junho de 2020, negociações com novos parceiros para o projeto da cooperativa foram desenvolvidas. Foram acordados apoios de 2 empresas chinesas e outras empresas brasileiras:

  • LONGi Solar: doação de 54 módulos fotovoltaicos de 440W;
  • Goodwe: doação de um inversor de 20 kWp;
  • Clean Energy Latin America (CELA): acesso ao software Re.Value de análise de viabilidade financeira de projetos fotovoltaicos;
  • Pieta.tech para acesso ao software de modelagem do projeto e homologação junto à distribuidora.

No presente momento (fechamento do segundo trimestre), estão sendo ajustados os últimos detalhes das parcerias e a equipe Jurídica está envolvida para a assinatura dos contratos.

Em paralelo, planeja-se a captação de mais recursos para a cooperativa e para os outros eixos de atuação da Revolusolar, como cursos de capacitação profissional e oficinas infantis. Esta captação se dá através do recebimento de doações online pelo website (revolusolar.com.br/doe) e pela negociação de novas parcerias.

Além do exposto, a Revolusolar está estruturando os projetos escritos das frentes de atuação de Educação Infantil e Formação Profissional, para buscar oportunidades específicas de financiamento. Para a frente de Educação Infantil, por exemplo, aguarda-se o resultado do edital promovido pelo Itaú Social, a CEERT e Unicef para Equidade Racial na Educação Básica.

4. ENGAJAMENTO COMUNITÁRIO

A organização e articulação da Revolusolar nas favelas da Babilônia e Chapéu Mangueira permitiu uma rápida resposta à situação emergencial que a pandemia do coronavírus proporcionou. A instituição se uniu às duas Associações de Moradores (de Babilônia e de Chapéu Mangueira) e lançou a campanha: “Babilônia e Chapéu Mangueira Contra o Coronavírus”.

Na última semana de março começaram a chegar as primeiras doações, e até 30 de junho foram arrecadados R$ 54.698 na conta bancária da Revolusolar. Esse dinheiro, somado a diversas doações em produtos, possibilitou o atendimento de 11 mil pessoas ao longo da campanha. Além dos moradores da Babilônia e Chapéu Mangueira, moradores em situação de rua dos bairros Leme, Copacabana e Centro foram contemplados nas ações, num enorme gesto de solidariedade mostrado pelas lideranças comunitárias das favelas.

Outros números da campanha: 2.550 refeições distribuídas, 1.496 cestas básicas entregues, 600 cestas orgânicas, 130 litros de álcool gel, 5.000 sabonetes e 2.000 máscaras.

A campanha mostrou o espírito solidário da sociedade carioca, com mais de 200 doadores – pessoas físicas e empresas, apoiadores da causa emergencial. Além disso, foram dezenas de voluntários e voluntárias que viabilizaram e executaram os trabalhos com muita seriedade, esforço, e profissionalismo. O Relatório de Atividades e Impactos da Campanha pode ser acessado aqui.

5. EDUCAÇÃO INFANTIL

A pandemia impediu a realização de oficinas presenciais sobre sustentabilidade com as crianças e adolescentes durante o segundo trimestre de 2020. O período foi aproveitado para o cadastro remoto de novas crianças que farão parte das oficinas após a flexibilização do isolamento social.

Além disso, a equipe de Educação, em parceria com a equipe Comercial, formou um grupo de trabalho para a estruturação de um projeto de Educação Infantil, e submeteu o projeto para o Edital Equidade Racial na Educação Básica. Esta iniciativa teve grande relevância para a organização, no sentido de incorporar a visão afro-perspectivista e valorização da cultura e território local para as atividades educacionais.

Ademais, foram definidos os indicadores de mensuração de impacto que serão usados nas atividades educacionais, tanto os indicadores quantitativos (quantidade de crianças nas aulas), quanto indicadores qualitativos (entrevistas gravadas em vídeos antes e depois das oficinas), com o objetivo de avaliar o impacto criado.

Uma nova voluntária foi integrada à equipe (Nicole Gravino), engenheira, que está contribuindo com um olhar mais técnico para assistir às professoras.

5. EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

Em função da pandemia e do isolamento social decretado na cidade do Rio de Janeiro, as atividades desta área foram suspensas durante o segundo trimestre de 2020.

7. ENGENHARIA

O trimestre começou com uma reestruturação da equipe e o Rafael Gomez foi escolhido como diretor. Duas frentes foram definidas: engenharia de projetos e a frente de operação e manutenção (O&M). Com isso, 3 vagas na equipe de engenharia foram abertas e iniciou-se o processo de seleção de candidatos.

Ao longo do trimestre foram feitas as seguintes atividades:
Engenharia de projetos: para o projeto da primeira cooperativa de energia numa favela foram definidas:

  • distribuição dos painéis no telhado;
  • caminhos para manutenção;
  • a capacidade instalada da usina;
  • dimensionamento da parte elétrica (cabos CC, cabos CA, disjuntores, DPS e DR);
  • simulações para o análise do sombreamento;
  • plano dos painéis no telhado, plano dos strings e o diagrama unifilar (SLD).

 

Na frente de análise estrutural as dimensões do prédio foram levantadas e dois planos desenhados (estrutura e perfis de vigas), foi feito também o levantamento de cargas e o pré-dimensionamento da estrutura definindo tipo e quantidade de telhas, terças e vigas que precisa a estrutura para a instalação fotovoltaica. Como resultado da descoberta do surgimento de um novo projeto na Associação de Moradores (construção de um palco de teatro no último andar do prédio), o pré-desenho da estrutura (principalmente as colunas) está sendo reavaliado, e um novo dimensionamento está sendo feito.

Operação & Manutenção (O&M): as primeiras visitas de O&M foram feitas nas 3 instalações da Revolusolar. Uma das três usinas apresenta problemas no cabeamento CC e teve início o processo de compra de conectores e fios para o conserto da mesma. As outras duas instalações estão em operação mas precisam de esclarecimento sobre as medições da distribuidora. Para melhorar o serviço de O&M e a geração elétrica das usinas, foi desenhado um processo de acompanhamento mensal, com a leitura das medições do inversor e do relógio e criando relatórios mensais com os históricos de geração e comentários sobre cada mês. Processos para as visitas técnicas e seus relatórios vão ser trabalhados no próximo trimestre.

8. ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA

O segundo trimestre de 2020 foi atípico, em função da paralisação das atividades presenciais. Neste sentido, a estratégia financeira adotada foi a redução ao mínimo possível da estrutura de custos fixos, já enxuta, e de procurar mecanismos que garantam a liquidez da organização.

Nessa procura por liquidez, a organização conseguiu um microcrédito no valor de R$ 15.000 no âmbito do Fundo Volta Por Cima, promovido pelo Banco Pérola e pela Artemísia, sem juros, que começará a ser pago a partir de novembro de 2020. Esses recursos constituem atualmente um Fundo de Reserva, que será acionado caso surjam situações emergenciais da organização nos próximos meses.

As receitas no trimestre se limitaram ao recebimento de R$ 500, produto de um reembolso de uma despesa relativa a um serviço pago em adiantamento, que não se concretizou. Também recebemos R$ 31 de doações no paypal. As despesas totalizaram R$ 12.721 no trimestre, sendo R$ 9.362 em remunerações pessoais (incluindo impostos), R$ 2.559 com honorários contábeis, R$ 680 em despesas administrativas e bancárias e R$ 120 em despesas de comunicação. Os acumulados do primeiro semestre, sempre sem considerar as receitas e despesas da campanha contra o Covid-19, foram de R$ 35.069 no lado das receitas, e de R$ 34.817 no lado das despesas.

No marco da campanha contra o Covid-19, entraram R$ 38.464 no segundo trimestre (R$54.698 desde o início da campanha em março até 30 de junho), e foram gastos R$ 42.567 no mesmo período. Ainda há um saldo disponível de R$ 12.131. O relatório parcial da campanha até 23 de junho está disponível neste link.

Por fim, graças à parceria fechada com a CELA, o  acesso ao software Re.Value, para realizar análises de viabilidade financeira dos projetos fotovoltaicos, será especialmente importante para o projeto piloto de cooperativa.

9. PESSOAS

Face ao crescimento da equipe (passamos de 10 voluntários em março para para 20 em abril, 30 em maio e 40 em junho), foi necessária a criação de uma equipe de gestão de Pessoas. O objetivo da equipe é garantir que o espaço de trabalho para voluntários(as) e colaboradores seja agradável, respeitoso e enriquecedor, além de organizar os recursos humanos da instituição para que os esforços estejam alinhados a fim de alcançar os objetivos institucionais.

Além dos 2 diretores executivos, foi incorporada uma experiente profissional de RH como consultora (Francine Bezerra) e uma nova voluntária como gestora de Pessoas (Paula Costa). Durante o primeiro mês de atividades do grupo (abril), foi conduzida uma pesquisa de satisfação relativa ao clima organizacional, com os voluntários ativos da organização.

Dentre os principais resultados dessa pesquisa, destaca-se a necessidade de maior engajamento dos voluntários nas atividades rotineiras, de maior clareza do planejamento geral da organização para todos os membros e de uma definição dos papéis de cada membro da equipe para a consecução dos objetivos institucionais. Como plano de ação, foi estabelecida a criação de um documento de descrição de cargos de todos os membros ativos, de um organograma funcional da organização, e da simplificação de termos técnicos comumente usados, para melhor entendimento de todos os membros acerca do propósito geral da Revolusolar. Além disso, o período ficou marcado pela padronização do procedimento de entrada de novos voluntários, e pela formalização de todos os membros ativos, através da assinatura dos Termos de Voluntariado.

10. CONSTITUIÇÃO COOPERATIVA

Foi formado um Grupo interno de Trabalho para a constituição da cooperativa, que se organizou em 3 frentes principais: técnica, comercial e administrativa. O projeto técnico preliminar foi elaborado pela equipe de Engenharia. O projeto elétrico foi validado. Em relação à parte de engenharia civil, foi identificada uma interação com outro projeto da comunidade, que envolve obras no último andar do prédio da Associação de Moradores, o que demandou uma revisão do projeto. A equipe da frente comercial realiza a prospecção e negociação de parcerias e captação de recursos. Para levantamento dos  recursos financeiros para obra civil, comunicação e pessoal, será promovida uma campanha de financiamento coletivo no terceiro trimestre de 2020.

Constituição legal/administrativa da cooperativa

O objetivo desta frente é a constituição da cooperativa e seu registro junto aos órgãos competentes, de tal maneira que seja aceita pela Light (para homologação do SCEE para atribuição de créditos aos cooperados), apresente riscos limitados para os cooperados, governança adaptada e possibilidade de expansão no futuro.

Foram realizadas reuniões com cooperativas de energia solar já constituídas e a OCB para entender o processo, os modelos existentes e os principais desafios da constituição de cooperativas de energia solar.

Como preparação para a redação de Estatuto Social da cooperativa (principal documento para entrada na Junta Comercial), foi realizada uma análise da minuta padrão de Estatuto Social de cooperativa (fornecido pela OCB) e iniciada a elaboração de minuta de estatuto para a cooperativa.

Diversas discussões e análises sobre modelo jurídico, o modelo financeiro e as regras gerais da cooperativa foram realizadas.

Também foram mapeadas atividades a serem realizadas no futuro (especialmente, habilitação do projeto e da cooperativa junto à Light, comunicação sobre o projeto na comunidade e com o público, implantação do projeto). Essas atividades possuem interações com as atividades em curso e devem ser cuidadosamente articuladas entre si. Há de destacar que a situação de crise social e de paralisia dos órgãos públicos devido à pandemia do Covid-19 obrigou a adiar algumas ações, especialmente a constituição formal da cooperativa, que necessita reuniões e ações de comunicação ativa dentro da comunidade.

11. JURÍDICO

O grupo participou da elaboração de modelos de contratos necessários para a nova fase de atividades (recebimento de doações, prestação de serviços, patrocínios, locação das placas fotovoltaicas, comodato dos telhados e contratação dos instaladores) e da preparação da documentação necessária para a constituição da cooperativa (Minuta Ata Constituinte, Estatuto Social).

12. ARTICULAÇÃO EM REDES E ADVOCACY

A  participação em redes é uma característica marcante da atuação da Revolusolar. A nível global, a instituição mantém contato com a Aliança Cooperativa Internacional e com REScoop.eu, a federação europeia de cooperativas de energia renovável. A nível nacional, a Revolusolar faz parte  da Frente por uma Nova Política Energética, com diversas organizações socioambientais do país com atividades na área energética que advogam por uma política energética mais inclusiva e sustentável. A nível regional, a organização integra a Rede Favela Sustentável, no Grupo de Trabalho de Energia Solar. Nesta, estão reunidas organizações e pessoas físicas atuantes em favelas do Rio com projetos de energia solar.

Em 2020, o foco de advocacy é introduzir a perspectiva da população de baixa renda na revisão regulatória da REN 482 de 2012 da ANEEL, sobre incentivos no Sistema de Compensação de Energia Elétrica no Brasil para a geração distribuída. Com o intuito de representar os interesses da população de baixa no setor energético brasileiro, a Revolusolar se posicionou como favorável à inclusão de incentivos à geração distribuída solar fotovoltaica com interesse social nesses Projetos de Lei. Em resumo, demanda-se isenção integral das taxas e encargos cobrados sobre a energia injetada para projetos de impacto social.

Em maio, a organização associou-se oficialmente à Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), graças a um acordo de parceria e isenção da taxa de associação cobrada às empresas. Esta parceria será importante na frente de advocacy, já que a ABSOLAR é ator influente nos rumos do setor no país, como verificado no processo de revisão regulatória de 2012 e 2015 com a ANEEL, além do diálogo próximo com o Congresso Nacional.

13. MENSURAÇÃO DE IMPACTO

A equipe de mensuração de impacto foi criada no mês de abril, com o intuito de mensurar e avaliar os impactos sociais, econômicos e ambientais resultantes das atividades realizadas pela Revolusolar. Essa frente de trabalho resultou principalmente da consultoria recebida pela Revolusolar de estudantes do MBA de Impacto Social da Boston University, no primeiro trimestre do ano. O relatório final da consultoria pode ser acessado aqui.

Durante o período analisado, foram avaliados os seguintes indicadores:

Para a continuidade da frente de mensuração de impacto, foi decidida a ampliação do escopo de atividades do grupo.  Além de medir, avaliar e expor os impactos sociais, econômicos e ambientais das atividades realizadas pela Revolusolar, o grupo passará também a coletar, sistematizar e analisar dados das diferentes equipes e orientar a tomada de decisão inteligente das diversas frentes de atuação. Para isso, foi decidida a mudança do nome do grupo de Mensuração para Inteligência, a partir do terceiro trimestre de 2020.

14. PRÓXIMOS PASSOS

Durante o terceiro trimestre de 2020, o foco está no planejamento e implementação do projeto piloto da cooperativa.